O jornal O Estado CE evidenciou dados recentes divulgados pela ABAC sobre o crescimento do Sistema de Consórcios. Confira

Consórcios crescem 8,4% e os negócios ultrapassam R$ 7 bi

consorcio

O sistema de consórcios iniciou 2018 registrando crescimento. Entre janeiro deste ano e o do ano passado, o avanço foi de 3,4% nas vendas de novas cotas com 182 mil (jan-2018) versus 176 mil (jan-2017) e a média diária das adesões foi de 8,3 mil no período de 22 dias úteis. No volume de créditos comercializados, na base de comparação anual, houve alta de 8,3%, evoluindo de R$ 6,47 bilhões (2017) para R$ 7,01 bilhões em janeiro último. As informações foram divulgadas, ontem, pela Associação Brasileira de Administradoras de Consórcios (Abac).

A entidade aponta que o tíquete-médio do primeiro mês do ano chegou a R$ 38,5 mil, 4,6% a mais que os R$ 36,8 mil do mesmo mês no ano passado. Um aumento que retrata, além do maior número de cotas vendidas, o interesse do consorciado por bens ou serviços de valores maiores. Já o total de participantes ativos no mês apresentou ligeira retração de 1,4% de 6,98 milhões de consorciados em janeiro de 2017 em relação aos 6,88 milhões em 2018.

 Veículos

Os setores de veículos leves e de pesados apontaram crescimento, enquanto o de motocicletas e motonetas retraiu. Em janeiro de 2018, a participação dos créditos concedidos – na soma de valores disponibilizados por financiamento, leasing e consórcio de veículos automotores – atingiu 22,2% do total de R$ 12,67 bilhões com R$ 2,81 bilhões – 5,3% inferior ao percentual atingido no primeiro mês do ano passado (27,5%). No comparativo anual, as vendas de novas cotas cresceram 1,5%, de 156,5 mil para 158,9 mil novos consorciados.

Por sua vez, o segmento de duas rodas começou 2018 na busca da recuperação. Mesmo com o tíquete médio apontando estabilidade, os demais indicadores do setor – participantes (-11%), somatória de vendas (-4,1%), créditos comercializados (-3,2%), bem como o acumulado de contemplações e os relativos créditos concedidos (ambos com -8,7% cada) – mostraram retração frente a 2017. Em janeiro deste ano, a potencial participação das contemplações nas vendas do mercado interno foi de 58,4%.

Imóveis
O setor imobiliário, em janeiro, cresceu em todos os indicadores: participantes (4,7%); vendas de novas cotas (4,7%); créditos comercializados (7,7%); bem como em tíquete médio, contemplações e créditos concedidos (ambos com 3,1% cada). “Os números apontaram o grande interesse do consumidor objetivando adquirir imóveis residenciais e comerciais, entre outros, incluindo aqueles que desejam formar ou ampliar patrimônio ou ter uma aposentadoria mais tranquila. Em janeiro, 320 consorciados-trabalhadores, participantes dos grupos de consórcios de imóveis, utilizaram parcial ou totalmente seus saldos nas contas do FGTS”, informou a Abac. 

 

Fonte: https://www.oestadoce.com.br/economia/consorcios-crescem-84-e-os-negocios-ultrapassam-r-7-bi




17/04/2018