Já sou cliente!

CLIQUE AQUI

 (11)3254-1000
 4001-7070
(11) 98855-7665

AO REVELAR QUE, ESPERA E ANSIEDADE ALTERAM A PERCEPÇÃO DO TEMPO, PESQUISA AJUDA A ENTENDER AS SENSAÇÕES DOS CONSORCIADOS

A expectativa de receber ou conquistar algo desejado ocasiona sensação de ansiedade na maioria das pessoas, às vezes ter que aguardar um tempo para obter um objetivo estimula alguns desdobramentos emocionais.

Há vários anos, cientistas estudam esse tema. Pesquisa realizada na Universidade de Duke, nos Estados Unidos, liderada pelo professor Warren H. Meck, especialista em Psicologia e Neurociência, indicou que há uma rede neural no cérebro que, por vezes, ao sofrer estímulos provenientes de algumas emoções, altera a percepção de tempo.
Exemplificando, para uma criança, a espera até meia-noite na véspera do Natal, para receber os presentes, pode parecer uma eternidade, tem aqueles também que, ao viajar pela primeira vez, tem o sentimento de o caminho ser longo e o tempo até a chegada ao destino ser interminável.
Segundo os neurocirurgiões, nestas situações há liberação de adrenalina e cortisol que deixam o organismo em alerta.

Na volta dessa viagem, o trajeto parece ser mais curto, uma vez que na ida a atenção às novas paisagens foi maior, enquanto no retorno, como já eram conhecidas, provocam a natural desatenção.
"Se fizermos uma analogia com investimentos como, por exemplo, o consórcio", explica Barbagallo, "podemos substituir o tempo do trajeto de uma viagem pelo tempo de espera entre o momento da adesão ao grupo até o dia da contemplação, e o recebimento da carta de crédito", consumidores que aderem pela primeira vez ao consórcio, possivelmente poderão ter essa sensação.

Nisso diz Paulo Roberto Rossi, presidente executivo da ABAC, "Outros, que já utilizam ou utilizaram o mecanismo no planejamento de suas vidas, seja na troca do automóvel, na compra do imóvel, na contratação de serviços ou na variedade de usos que a modalidade oferece já conhecem o "percurso" e sabem que, por sorteio ou por lance, a liberação do crédito estará em suas mãos, propiciando a aquisição do bem ou serviço com todas as vantagens que o poder de compra e o pagamento à vista propiciam".

Outro exemplo já dentro do cenário consórcio, foi a experiência do casal Maria José de Sousa e Vagner Joaquim Rosa que, após aderir a uma cota de consórcio de imóveis, passou a ficar ansioso pela liberação do crédito pretendido.

"Para tentar acelerar a contemplação, eu e meu marido anunciamos a venda de um automóvel que havíamos adquirido, à vista, quatro meses antes de entrarmos no consórcio, visando ofertar um lance. Tudo por conta da ansiedade pela contemplação" conta Maria José. A mesma e Vagner, dispostos a se desfazer do sonhado veículo, reafirmavam, com essa atitude, o desejo e, agonia pela rápida contemplação da cota do imóvel.
"E qual não foi nossa surpresa, quando, seis meses depois, recebemos a notícia da contemplação, por sorteio, informada pelo consultor da administradora, foi a maior alegria quando, além da contemplação, pudemos cancelar a venda do nosso automóvel, que praticamente já estava vendido, em razão da grande pressa à época", completou Maria José.

Trazendo para os dias de hoje, pouco mais de 2 anos, o casal contemplado ainda não utilizou o valor da carta. "Nosso crédito está aplicado e rendendo juros", esclareceu a esposa. "Aquela ansiedade foi embora. Depois de entendermos que o valor liberado estaria aplicado, permitimo-nos procurar o imóvel dos sonhos com tranquilidade, inclusive com poder de compra, resultado da atualização financeira prevista no consórcio. De fato, o consórcio é ótimo!".

Por fim, vemos que os consórcios são investimentos econômicos e patrimoniais que possibilitam realizações pessoais, familiares, profissionais ou empresariais, produtivas ou não, capazes de gerar rentabilidade, ou mesmo formar patrimônios, que, por vezes, causam sensações de impaciência, em razão da espera e ansiedade em muitos consorciados.
Aconselha Barbagallo "Fica uma dica para os consorciados de primeira viagem, é melhor não focar o cérebro durante o tempo de espera, apenas no momento da contemplação. Aproveite esse tempo para administrar e monitorar seu orçamento, fazer planos e deixar o tempo fluir", finaliza.


Fonte: ABAC



25/02/2022